The Chatterbox
February 05, 2016
the state of being debonair

No meu caminho pro trabalho uma paisagem impressionante com sol e neblina.

Carnaval coincidindo com super bowl. Duas coisas que eu.... Zzzzroncronronc....

Gritei muito alto e várias vezes durante uma cena chocante no episódio 5 de Downton Abbey. Assustei o gato, que saiu correndo.

De cada dez candidatos à vaga de programador pra qual estamos contratando, doze são indianos.

Sopa com pasta de curcuma, respigo acidental na blusa clarinha, adeus roupa usável. Como tirar mancha de curcuma em quinze passos. #JogaLogoARoupaFora

Analistas de Bagé abundam.

Na bancada da cozinha do trabalho de manhã cedinho, três caixas com tangerinas pra quem quisesse pegar. Eu quis muitas.

Não importa a sombra da marmota. A realidade é que nesta semana teremos inverno e na próxima semana já será primavera.

| | talk about it [0]
January 31, 2016
⎰s k y ⎱

ceu-inverno.jpg

| | talk about it [0]
January 30, 2016
termina, janeiro, termina

O resumo da ópera é que passei o mês de janeiro inteirinho doente e me sentindo um bagaço. Gripe, tosse, conjuntivite, infeção de ouvido, tinnitus, e agora uma costela rachada ou fraturada. Parei de caminhar, não voltei a nadar, abandonei a zumba. É a velhice se instalando, pronta pra ficar incomodando pelos próximos trinta anos.

Li umas coisas engraçadas que escrevi no passado e dei muita risada. Até isso tô perdendo? Só escrevo abobretes depressivas.

Dizem que choveu bastante neste mês, melhorou nossa condição de seca severa. Até vi que choveu, mas não tava muito concentrada na chuva, pois tinha que parar toda hora pra tossir.

Será que quebrei uma costela tossindo?

Uma grande alegria de trabalhar em casa um dia por semana é que posso fazer coisas na cozinha, como assar dois bolos de laranja e levar um pra dividir com meus colegas no trabalho. O sucesso desses bolos me deixa pasma. Nunca pensei que iria virar a "funcionária gourmet", mas virei.

Neste inverno praticamente todos os limões que tenho usado foram ganhados ou forrageados. Minha terra tem limoeiros!

| | talk about it [1]
January 23, 2016
w i n t e r

winter-tree.jpg

| | talk about it [0]
January 22, 2016
coisas de outro mundo

Meu marido vai em todo tipo de seminário pelo menos uma vez por semana na região onde ele trabalha [Silicon Valley]. Outro dia me contou que foi à dois. Um deles, com foco em engenharia elétrica, apresentado por um grupo que pesquisa comunicação extraterrestre.

Eu, pessoa não cientifica—hahahahahaha, pesquisar comunicação extraterrestre, que desperdício de dinheiro!

Ele, professor pardal—você não tem ideia de quantas tecnologias já implementadas no nosso dia-a-dia se originaram em pesquisas desse tipo.

| | talk about it [0]
January 11, 2016
smacking the queen bitch

Faz silêncio na noite daquela pequena cidade. Ela vai pro quarto enrolada na toalha marrom e veste a calcinha velha de rendas (rasgada já ali do lado—olha, você precisa jogar esse trapo fora!) e a camisola de flores azuis. Liga a música. É tarde, os vizinhos estão dormindo, será que alguém vai reclamar? Ah, danem-se! Põe David Bowie bem alto, cantando "she's so swishy in her satin and tat in her frock coat and bipperty-bopperty hat oh god, i could do better than that.." e dança. O que uma mulher tão bonita e jovem e inteligente e interessante faz sozinha numa madrugada de um domingo desses? Ela não tem resposta. Só dança com a Queen Bitch, que a faz suar e deixar sair todos os pensamentos que gostam de pipocar—pop pop—na cabeça justo na hora errada. É hora de dormir, cala a boca sua chata! E dança, que é a última chance antes que a policia chegue e você tenha que explicar o que esta fazendo aqui, pulando de calcinha rasgada e camisola de florzinha numa hora dessas, enquanto todo mundo esta dormindo...

[* textinho que escrevi no final do século passado, numa fase em que David Bowie me fez muita companhia. hoje foi um dia muito triste. thanks for everything, dear David! you will be missed.]

| | talk about it [1]
January 07, 2016
menos kkkkk, mais hahaha

Por que ainda não fui trabalhar, parece que o ano ainda não começou direito. Ficar em casa é bom, mas ficar em casa doente não é nem um pouco. Estou escrevendo com um olho só e com aquela sensação de água entupindo o ouvido. Infecção de garganta, de ouvido e conjuntivite, tudo ao mesmo tempo. E a médica muçulmana me dando bronca por não ter tomado a vacina da gripe. Dá licença!

Em 2016 quero ler menos clichês. Quero ver mais autenticidade e sentir mais presença, ver menos forçação de barra e sentir menos indiferença. Encerramos um ano tenso e desafiador, e neste ano novo quero fazer coisas novas, quero me libertar desse aprisionamento no globo de vidro.

Queria poder dizer um belo e alto FODA-SE, mas vou ter que ser gentil e apenas sair a francesa.

| | talk about it [0]
January 02, 2016
♫ ♪ this year's kisses ♫ ♪

| | talk about it [0]
January 01, 2016
que 2016 seja um ano tranquilo

new-year2016.jpg

| | talk about it [0]
December 27, 2015
bundle up

bundleup.jpg
» para a última semana do ano

| | talk about it [0]
December 20, 2015
♫ ♪ fa-la-la-la-la la-la la-la ♫ ♪

Bateram na minha porta às 7pm. Achei que era o caminhão da UPS fazendo uma entrega. Abri e vi rostos iluminados por lanternas. Era um grupo de pessoas cantando christmas carols.

falala1.jpg

falala2.jpg

| | talk about it [1]
December 17, 2015
sou eu

fernandaGR.gif

| | talk about it [0]
December 13, 2015
the sunny side of the street

Todo ano na minha rua, acendemos fileiras de saquinhos com velas [luminárias] em frente das casas e depois confraternizamos na casa de um dos vizinhos. É um evento relativamente formal. Este ano fomos convidados pra uma confraternização na rua ao lado, que não faz as luminárias. Fomos convidados porque nossa casa fica na esquina e meu marido socializa com todos que passam, enquanto varre as folhas que caem das árvores year-round. Eu não conhecia absolutamente ninguém, além do vizinho do lado, que uma vez podou nossas árvores sem falar com a gente e cujo filho está sempre vindo pegar a bola de basquete que cai no nosso quintal. Eu tava sinceramente achando que a socialização iria ser uma chatice. Mas que surpresa agradável que eu tive! O pessoal era um grupo super animado, de gente de todas as idades, dois casais de moças, uma das moças uma espanhola da Galícia, conversamos muito! Tinha muitas comidinhas e bebidas, todo mundo bebeu e se enturmou. Até fiz minha campanha de arrecadação de frutas gratuitas e consegui permissão pra pegar laranjas quando eu quiser na árvore de um dos vizinhos. O melhor da festa foi anfitriã, uma senhorinha de 75 anos, enchendo a cara de vinho e contando as histórias mais engraçadas com expressões super boca suja. Quero ser incluída sempre nessa turma!

lucylucy
| | talk about it [0]
Archives
2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

2000

[Greymatter archives]
May 2001 / April 2002

[Blogger archives]
Oct 2000 / May 2001

Newest Posts
the state of being debonair
⎰s k y ⎱
termina, janeiro, termina
w i n t e r
coisas de outro mundo
smacking the queen bitch
menos kkkkk, mais hahaha
♫ ♪ this year's kisses ♫ ♪
que 2016 seja um ano tranquilo
bundle up
♫ ♪ fa-la-la-la-la la-la la-la ♫ ♪
sou eu
the sunny side of the street
be a clown
o mês número doze
minimalismo
✳︎ my favorite people ✳︎
what a feeling
felicidade
(( j e l l y ))




Fezoca
Fezoca, Who?

Chucrute com Salsicha

Cinefilia

Twitter

Flickr

Facebook

Links
Davis, California

UC Davis

Davis Wiki

Weblogs
Little Yellow Different
Loobylu
Killoggs
Riley Dog
A World Apart
Feathers of Hope
Stuck in Sac
Clarice
Nemo Nox
TelescOpica
Zamorin
50kg
Bocozices
Bloggi
Blog 'n' Roll
Blowg
carne crua
Desvelar
Dudi Rosa
Helenice
Imprensa Marrom
Mina de Letras
Monólogo
Nêga do Leite
Pop Doc
Rosa Pomar
Vita Brevis


Weblogs directory
[BlogFAQ]

[Mundo Pequeno]



i heart blogging




Search





design-devil.gif
©Fer Guimarães Rosa, 2000—2016
[Old Layouts]



The Kitchen